[i]da arquitectos | projects_hide
00.jpg 01.jpg 02.jpg 03.jpg 04.jpg 05.jpg 06.jpg
  • 00.jpg
  • 01.jpg
  • 02.jpg
  • 03.jpg
  • 04.jpg
  • 05.jpg
  • 06.jpg

Qualificar/Comunicar, Lisboa (pt)

Ideas Competition by Invitation

 

Date: 2006

Location: Lisboa

Client: Cenáriourbano

Program: Revitalization of underused space

Architecture: Ivan de Sousa, Ines Antunes 

Model Photo: Ivan de Sousa

A presente proposta insere-se num dos vários espaços subaproveitados, fragmentos casuais, que nascem da exclusão das grandes infra-estruturas de trânsito rápido que cada vez mais impõem à cidade contemporânea a força da sua presença física.
Muitas vezes estes fragmentos casuais ditados pela malha da rede infra-estrutural estão em directo contacto com a cidade, como é o caso da área escolhida para a proposta, no bairro de Benfica na cidade de Lisboa. Esta zona de Lisboa é atravessada pela 2ª Circular, espaço reservado ao movimento dos veículos e tangente à realidade urbana, que separa a cidade do resto do território definindo um dentro e um fora.
A nossa proposta nasce da reflexão desta dupla realidade do contexto.

Intenção do projecto:

O projecto pretende assim relacionar estas duas realidades propondo um sinal unívoco à escala territorial mas também um lugar antropizado com funções ligadas à cidade, à escala humana.
Nesta perspectiva o projecto recorre a dois elementos estreitamente ligados a estes dois mundos: A Grua como elemento territorial com o seu singular potencial expressivo e o Quiosque como elemento urbano mais emblemático na caracterização do ambiente da cidade.
O elemento territorial usa a linguagem do movimento. Torres com a capacidade de se revelarem como figuras da velocidade recorrendo ao princípio construtivo das gruas.
O elemento urbano usa a linguagem da arquitectura. Um conjunto de quiosques, como marcação de um lugar, que se relacionam com a situação urbana envolvente.
Esta união, do elemento territorial e do elemento urbano, encontra uma sintonia determinante com o sistema metropolitano superior mas também com a quotidianidade do local.
Estas Torres-Quiosque surgem do encontro de duas linhas virtuais gerada pelas principais áreas públicas/colectivas, a Escola Superior de Comunicação Social e o único acesso existente para o Parque Monsanto (pista de bicicletas e percurso pedonal).
O projecto prevê ainda a continuação da pista de bicicletas existente que, passando tangente às torres-quiosque, termina no espaço sombreado linear do viaduto da 2ª Circular.

juntos.jpg